Oficinas do Interlegis/ILB capacitaram mais de 3,7 mil servidores em 2019

O Interlegis, programa do Senado executado pelo Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), promoveu, em 2019, 72 oficinas e 11 encontros, atingindo mais de 3,7 mil servidores e agentes políticos de diversas casas legislativas espalhadas de norte a sul do país por meio das Oficinas Interlegis. O estado com maior participação foi o Acre, com 658 capacitados. Em segundo lugar vem São Paulo, com 451. Entre os 12 temas de oficinas que o ILB oferece, dois deles – Portal Modelo e SAPL 3.1 –, da área de tecnologia, foram os mais pedidos nos estados. Os dados são do relatório de atividades do instituto, que traz o mapeamento de todos os eventos realizados no ano passado pelo Brasil.

Para ter acesso ao relatório clique aqui.

Oficinas 

O diretor-executivo do Interlegis/ILB, Márcio Coimbra, afirma que em 2019 foram lançadas as bases de um novo Interlegis.

— Um programa renovado e com forte atuação nas discussões de temas relevantes ao Parlamento, afastando por completo qualquer rumor no sentindo da extinção do órgão. Realizamos mais de 15 seminários em Brasília desde nossa chegada, em maio, além de levar a capacitação aos estados menos assistidos até aqui, ampliando nossa atuação. Estivemos em Roraima, discutindo a questão dos refugiados, no Amazonas, debatendo as queimadas, além de conversar sobre novas soluções para o agronegócio em Rondônia. Esta tem sido nossa diretriz: levar capacitação e promover debates sobre temas relevantes de nosso país —, ressaltou Márcio.

O diretor apontou ainda o apoio do Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e do 1º secretário da Casa, senador Sérgio Petecão ao Interlegis.

— Foi possível colocar em marcha este audacioso projeto que alcança todos os limites de nossa nação. Uma missão assumida pelo Senado e promovida por uma equipe qualificada e dedicada, empenhada em realizar entregas reais para nossa população —, finalizou.

Para o coordenador-geral do ILB, Leonardo de Melo Gadelha, os resultados obtidos no ano passado são relevantes, pois comprovam que o programa está cumprindo a sua missão institucional de integrar o Poder Legislativo em todas as suas esferas, qualificando profissionais, modernizando métodos e reforçando valores fundamentais, como a democracia.

Gadelha enfatiza que esse trabalho tem por intenção fortalecer a democracia, regime que, em sua opinião, "está em constantes ataques". Ele avalia que o Interlegis/ILB tem um papel fundamental na sociedade e presta esse serviço por intermédio dos conteúdos e princípios que são disseminados nos treinamentos e oficinas.

Maria Carolina Rezende, da Coordenação de Planejamento e Relações Institucionais (Coperi), explica que o Interlegis/ILB realiza diversos treinamentos em todo o país para capacitar servidores do Legislativo e agentes políticos em temas que afetam a qualidade do trabalho instituições legislativas, melhoram a percepção da sociedade em relação a sua transparência e eficiência, além de qualificar o próprio mandato parlamentar.

— Esses treinamentos recebem o nome de Oficinas Interlegis, que são gratuitas, ensinam a utilizar as ferramentas tecnológicas e ainda capacitam para outros temas de importância para as atividades legislativa, administrativa e jurídica realizadas nas instituições — afirma.

Em 2020

Gadelha anuncia ainda que o ILB está preparando um conjunto de novas oficinas para 2020.

— Estamos atualizando o nosso portfólio com base na ausculta dos nossos parceiros e contando com o esforço de alguns dos melhores quadros do Senado Federal. Estamos muito otimistas: 2020 tende a ser um grande ano para o Interlegis/ILB — anunciou o coordenador-geral.

 

(Da Intranet/Senado Federal)