Rádio Senado: Diretor Executivo do Interlegis fala sobre Sistema de Deliberação Remota para Casas Legislativas brasileiras

A entrevista tratou sobre o modelo de votação remota que será disponibilizado para Casas Legislativas de todo país

Em entrevista ao vivo nesta quarta-feira (25), por telefone, para o programa Conexão Senado, da Rádio Senado, o Diretor Executivo do Interlegis, Márcio Coimbra, falou sobre o Sistema de Deliberação Remota (SDR) que será disponibilizado gratuitamente pelo Interlegis para as Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais de todo o país.

O modelo foi desenhado pelo Prodasen e pela Secretaria Geral da Mesa e a partir de amanhã, as casas legislativas já poderão entrar em contato para receberem as orientações e o passo a passo para a utilização do Sistema.

Na entrevista, Márcio Coimbra ressaltou a importância do Interlegis como ponte para a transferência de Know How para as Casas Legislativas – aprendizado sobre como fazer uso da tecnologia desenvolvida pelo Senada. A iniciativa tem como objetivo facilitar o entendimento dos servidores sobre como implementar o SDR, para que haja uma utilização dos mecanismos de votação remota otimizada e eficaz nos Parlamentos.

“É um prazer para toda a equipe do Interlegis poder fazer parte da implementação desse mecanismo nas Casas Legislativas do país através do ensino de como fazer. As Câmaras, ao verem o sucesso que foram as sessões realizadas com esse sistema pelo Senado, estão querendo implementar o mesmo mecanismo e o Interlegis será ponte para isso”, explicou.

Na oportunidade, o diretor executivo informou como ocorrerão as solicitações. “A partir de amanhã já estaremos preparados para enviar o passo a passo para a implementação desse Sistema nas Câmaras Municipais e Assembleias Legislativas que possuem convênio com o Interlegis. A partir do contato das Casas Legislativas, vamos orientá-las sobre os requisitos tecnológicos necessários e ensiná-las a como implementar o SDR”, informou o diretor.

Confira a íntegra da entrevista para a Rádio Senado. Clique aqui.